Lux Records (Subotnick Enterprises)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Endereço preservado

Breve História

A Lux Records foi fundada em 1996, por Rui Ferreira, em Coimbra, como convite de António Cunha, mentor da Kaos Records, para explorar a música alternativa que fervilhava na cidade.

As primeiras edições da Lux Records  foram “10 Anos Sempre no AR! (Compilação da Rádio Universidade de Coimbra, 1996), “LoudCloud” (António Olaio & João Taborda, 1996) e “Outer Space Shit” dos Tédio Boys, que não chegou a ser comercializado.

A editora permanece em atividade até hoje, operando online basicamente a partir do Facebook

A versão aqui é a preservada pelo Arquivo.pt entre 2008 e 2010.

Catálogo

A Lux Records possui no seu catálogo nomes como Sean Riley & The Slowriders, The Legendary Tiger Man, Belle Chase Hotel, Tédio Boys, D3O, Wraygunn, Bunnyranch, Tiguana Bibles, Ruby Ann & The Boppin’ Boozers, É Mas Foi-se, Ghost Hunt, António Olaio & João Taborda, Azembla’s Quartet, Victor Torpedo, Tracy Vandal, Bodhi, The Walks, Millions, Wipeout Beat e Raquel Ralha & Pedro Renato, Birds Are Indie, Twist Connection, A Jigsaw, entre outros.

Fontes de informação:

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s